© intercalado
Life is a dream
“Eu sou um fragmento de um caderno esquecido, por conter palavras sem nexos. Um historia de vida, sem vida. Um grito reprimido. Um choro abafado. Um silêncio intercalado, entre duas perguntas sem respostas. Sou seus pensamentos ao contrário. Eu sou, o meu medo do escuro. Eu sou a lágrima doída, caída num dia de chuva. Um copo meio vazio, visto de cima. Sou qualquer coisa entre o que fui, o que quis ser, e o que sou nesse instante. Sou, o que não quero ser amanhã.
E amanhã serei uma vaga saudade do presente que não fui.”
Hoje você disse uma coisa que achei bonita: “você espera demais dos outros porque tem um coração puro, que de tão puro sofre”. É, eu sofro.”
Clarissa Corrêa. (via florejaste)
Somos pessoas frágeis em um mundo devastador.”
Pequeno Viajante.  (via rem3mber-when)
Eu tenho medo de acreditar em você, de te desejar tanto, tanto, e acabar descobrindo que eu ainda tenho um coração e que ele ainda pode amar muito alguém. Não, eu digo a mim mesma, eu não vou me apaixonar e nem desejar saber tudo ao seu respeito, querer conhecer sua mãe e ser apresentada aos seus amigos. Você não sabe, mas quando eu chego em casa eu repasso cada palavra que você disse, cada gesto que você fez, cada beijo seu e me pergunto se vale mesmo a pena. E, o pior, é que vale.”
Tati Bernardi.  (via enfimsaudades)
Eu só quero isso. Alguém que chegue, me faça rir, permaneça. Que dispute comigo no final do dia, quem ama mais. Eu só quero isso, um pouquinho de amor, de carinho. Quero alguém que fique, por mais difícil que esteja. Um sol, pra me fazer de Terra, e girar em torno. Para me iluminar, por mais que a escuridão aparente não ir embora. Alguém, para rir das piadas mais estúpidas do mundo. Quero alguém, que exista apenas em mim, quero existir em alguém. Ser o mundo de alguém. Quero alguém que, no final de um diálogo, diga tchau, pelo menos umas 5 vezes, e depois de tudo, apenas, esqueça de ir embora.”
Fernando Moura.   (via romantizado)
Eu desabo, quando me calo.”
Rosa de Saron (via enfimsaudades)
>